Tem coisas da gente que não são defeito nem erro: são só jeito da gente ser. O negócio é acostumar com isso e não sofrer. Aliás, o melhor jeito, em relação a qualquer coisa, é sofrer o mínimo possível. Aquilo que os americanos chamam de relax and enjoy – mais ou menos “relaxe e curta”.
Caio F. Abreu

Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

Que importa a rota?
Voa e canta,
enquanto resistirem as asas.

Menotti del Picchia
— com Dalva Almeida.
Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

E isso é para sempre, por mais que o tempo passe e a afaste cada vez mais dele, que continua eterno naquele segundo em que o viu.

Caio F. Abreu
Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas.Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda- roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. Chorei.

Caio F. Abreu
Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

Tudo tem sua hora. E a minha hora ainda vai chegar.
Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

" Eu queria parar com tudo isso, ele é um cara que não pode acompanhar minha louca linha de raciocínio meio poeta, meio neurótica, meio madura. Mas ainda assim eu o desejo tanto. E ama-lo não é fácil, é quase o anti-amor. É muito quase como se ele nem existisse, porque só o homem perfeito mereceria tanto sentimento. E eu o anulo o tempo todo dizendo para mim, repetindo para mim, o quanto ele falha, o quanto ele fraqueja, o quanto ele se engana. E fazendo isso, eu só consigo ama-lo mais ainda."

Tati Bernardi
Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

“E às vezes a gente espera coisa demais do futuro. Mas o futuro anda tão distante, não? Pra lá das montanhas, pra lá das nuvens.(…) Uma coisa é certa: se você ficar parado, nada acontece. Já o resto? Bom, o resto a gente descobre com o tempo.”
Jéssica T.
Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

"Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve. Perda de espaço, tempo, paciência e sentimento. Tem tanta gente interessante por aí querendo entrar. Deixa. Deixa entrar: na vida, no coração, na cabeça.”

Caio Fernando Abreu

Em 16/12/2011 | | (Reblog this)

A única coisa que nos imortaliza – mesmo – é a memória de quem amou a gente.

M. Medeiros

Em 16/12/2011 | | (Reblog this)
Página 1 de 34 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »